LORE: Molag Bal

Nessa sequência desses pequenos artigos mais focados na Lore relacionada a Elder Scrolls Online, não poderia faltar ele, nosso grande vilão.

Molag Bal é o Príncipe Daédrico cuja esfera é a dominação e escravização dos mortais. Ele é conhecido como “Rei do Estupro”, “Coletor de Almas” e “Senhor da Brutalidade”. Seu desejo principal é a colheita das almas dos homens e, para trazê-los dentro de seu domínio, espalha sementes de luta e discórdia nos reinos mortais. Uma lenda afirma que Molag Bal criou o primeiro vampiro quando ele estuprou uma virgem nédica (pertencente ao povo ‘Nede’), que por sua vez abateu um grupo de nômades. Ele também fez pactos com outros mortais e os transformou em vampiros como o Senhor Harkon e sua família. Assim, está implícito que o Senhor Harkon e sua família são a origem do Clã de vampiros Volkihar, tendo sido transformados diretamente pelo próprio Príncipe Daédrico (enredo encontrado na DLC Dawnguard do jogo Skyrin).

Ele é um Poderoso Daedra com muita importância em Morrowind, onde ele é sempre o arqui-inimigo de Boethiah, a “Princesa da Conspiração”. Outros inimigos são Ebonarm, Merídia e Mephala. Seu dia de convocação é o Chil’a. Em Aldmeris, seu nome significa “Pedra de Fogo”.

Na perpectiva dos Dunmer (e seus antecessores Chimer), ele é a principal fonte dos obstáculos, sendo um dos quatro cantos/pilares da “Casa dos Problemas” (House of Troubles) em Morrowind. Nas lendas, Molag Bal sempre tenta perturbar as linhagens de casas de Morrowind ou, ainda, de outra forma arruinar a “pureza” da linhagem Dunmeri. Ele também é o deus de estupro e se diz ser o pai (juntamente com Vivec) de uma população de mutantes degenerados vivendo na região “Amur Molag” de Morrowind. É possível que ele tenha auxiliado Jagar Tharn em sua “ocupação temporária” do trono imperial, em Cyrodill. Ele também foi responsável pela destruição da cidade Bosmeri de Gilverdale no final da Primeira Era (ele foi convocado pelo rei Senchal Dro’Zel).

O reino de Molag Bal no Plano de Oblivion é Coldharbour. O livro “As portas de Oblivion (The Doors of Oblivion)” diz que seu plano se assemelha a uma cópia do Nirn, incluindo o Palácio Imperial, mas todos profanado e arruinado. O chão é de lama, o céu está em chamas, e o ar está congelando. Os Daedroths são normalmente contados entre seus servos.

Molag Bal também tem uma filha chamada Molag Grunda, um “Winged Twilight” que estava apaixonado por um humilde “Frost Atronach” chamado Nomeg Gwai. Molag Bal não aprovava o relacionamento e baniu ambos para Oblivion, para que pudessem ser punidos por toda a eternidade.

Escrito por Rvffvs.
Fonte: UESP wiki

0 0 vote
Avaliação Conteúdo
Subscribe
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments